13 julho 2010

até as sociedades mais primitivas admitem os seus loucos 20100713

O facto do mixpod ter deixado de funcionar motivou a recuperação destas canções fabulosas, alinhadas agora nesta sequência, com ajustes de títulos mas não de autores: excepção para a inclusão do indicativo que abria o “até as sociedades…” quando pertencia às ondas hertzianas, antes da migração para o mar superior.

O âmbito deste post é o mesmo que o do momento em causa: tributo à missão de divulgação, exercida por António Sérgio: canções que têm percurso linear e no fundo sem nada que as distinga: a excelência não se compadece com circuitos alternados.

“onde pára o Outono?”



01 Love And Rockets - Angels And Devils
02 Sonic Youth – Antenna
03 Lhasa – Rising
04 Heartless Bastards – The Mountain
05 The Low Anthem – This God Damn House
06 The Decemberists – Sleepless
07 Laura Gibson – Shadows On Parade
08 Micah P. Hinson – In The Pines
09 Why? – The Blackest Purse
10 Yo La Tengo – More Stars There Are In Heaven
11 Joan As Police Woman – Keeper Of The Flame
12 The Big Pink - Velvet
13 M. Ward – Oh Lonesome Me
14 Lightning Dust – Take It Home
15 Archive – Chaos
16 Grizzly Bear – Two Weeks
17 The Airborne Toxic Event – Sometime Around Midnight
18 Cass Mc Combs – You Saved My Life
19 Beirut – Mimizan
20 Elvis Perkins – Chains Chains Chains
21 Rodrigo Leão & Stuart Staples – This Lights Holds So Many Colours
22 Fanfarlo – Comets
23 Soulsavers – Some Misunderstanding
24 The Pink Mountaintops – Closer To Heaven
25 Tiguana Bibles – Lost Words
26 Noah And The Whale – The First Day Of Spring

Ah: Don't "press the eject and give me the tape": press play - with fire.

MP3

Sem comentários: