15 março 2011

até as sociedades mais primitivas admitem os seus loucos 20110315



01 Godspeed You Black Emperor - Moya
02 The Go-Betweens - Dusty in here
03 Erland And The Carnival - So Tired In The Morning
04 The Bony King of Nowhere - Going Home
05 JBM - In A Different Time
06 Destroyer - Looters Follies ( Radio 3 session )
07 Templo Diez - Sedan
08 Legendary Pink Dots - I love you in your tragic beauty
09 The Circle Brothers - Little Jesus
10 Grant Lee Buffalo - Fuzzy



PARA GUARDAR EM MP3

Luiza Neto Jorge

O Sítio em Vista

"Trazem as árvores insignificantes
o maior distúrbio aos ventos; arredam-nos,
alçam outros armazéns sonoros
casas de relâmpagos e de cataclismos.

Chega-se. Parte-se. Segreda-se
de seres indeterminados que movem
resistência. Pelejam mais.

E quando a sua pele se usa vence
a moda, mudança de uma árvore para a mundanal
outra árvore carregada.


Podem aliás irromper quentes florestas.
Abate-se sobre o lenhador a opulência, o triunfo
do fruto desenvolvido no seu trono
iluminado por quatro archotes de seiva.


Há no mundo inteiro uma, quando muito, rua
difícil de encontrar.

São os campos, gente humílima, absorta em grãos
de areia, praia inequívoca onde,
na estação tardia, os do mar se deitam.
Algumas folhas, de livros, assinalam o ponto.
Algumas cartas, de marear,
não chegam.


Criaturas que se reproduziam em interstícios
que se deitavam em divâs
cada vez mais estreitos

a luminosa vocação, a luminosidade
de uma terra sábia e rotunda
suplantava aqueles gritos portadores
de uma defunta órfica voz

Eram as criaturas presas ,
do seu século
retraídas nos olhos mal afeiçoados

Filhos mais velhos a atentarem
em como o corpo incha e se perfaz a polpa
como o limite se delimita corpo a corpo
e engorda

Cobriam-se as folhas de uma letra hirsuta
e os mais novos sorriam como lábios."

Sem comentários: