07 outubro 2011

nick drake : way to blue

quando as estações são uma só
não se colhem frutos quando os
tens nas mãos e os desordenas
por cores e propagações de vento
que domas com o olhar que perdeu
o medo do branco que recebe a
manhã como rendição na casa dos
jardins e lagos que beijam o rio e o
espreitam do alto de ti: como se te
pedissem que os fizesses declinar sobre
o reflexo de um rosto que se dilui no
no pranto da escuta, como flocos de areia
recebendo a água quebrada por lhe
decifrares os trilhos do desassego que o
sopro do teu nome lhe levou aos braços.

ver

Sem comentários: