28 fevereiro 2012

guardo-te


(c) duarte belo

Em qualquer elemento que me envolve os movimentos deparo com cada segundo que respirámos os gestos, que elevou mergulhos nuns olhos que nos guiavam em viagens que terminavam nas explosões suspensas, quando os mares ousam alcançar o decalque dos céus.

Amar-te contém dizer-te a configuração dos esboços de jogos de luzes que soa nas canções que sonhei escrever-te: levar-te as mãos ao meu peito para que alcance o teu e ler-te a tua voz, que povoa o espaço onde a alquimia de ventos redefine os limites onde te levo e, me trazes a lenta aproximação da dança que estilhaça os espelhos dos sentidos e rasga as janelas onde as pradarias te alcançam e as cordilheiras são os braços que extingue.

Nina Nastasia & Jim White ~ How Will You Love Me

Sem comentários: